Seja bem vindo -

Detalhes do produto

LEITURA E ESCRITA EM AVALIAÇÃO: A ciência em busca de maior esclarecimento da linguagem verbal

Ao estabelecer os primeiros contatos com este livro, talvez algumas reflexões movimentem os pensamentos do leitor. É possível, por exemplo, que se indague sobre a origem do empreendimento, a linha teórica e metodológica norteadora, o eixo temático, assim como sobre o propósito e as expectativas dos seus organizadores.

Iniciando pela origem do empreendimento, cabe uma aproximação a produções sobre investigação da leitura e da escrita. Existem certamente em bom número. No entanto, tratando-se especificamente de instrumentos e procedimentos com esse objetivo, encontram-se em artigos de revistas, em capítulos de livros e em teses e dissertações, mas com pouca concentração bibliográfica nesse ponto.  Além disso, com baixa frequência os textos publicados colocam nesses aspectos o centro da exposição.

Quanto à linha teórica, o livro, com sustentação nos estudos cognitivos da linguagem, realiza-se por meio de diferentes modelos teóricos e de conexões com diferentes áreas, assumindo a interface como caminho possível e desejável. Essa definição cognitiva decorre do entendimento de sua contribuição para a explicitação dos processos de compreensão e produção e, nessa medida, para o aprofundamento do conhecimento sobre os processos de aquisição e de aprendizagem. 

Em relação à linha metodológica, o livro aqui apresentado recebe bem textos que tratam da linguagem em sua amplitude e em seus modos de manifestação. Ao tratar de tópicos específicos, disponibilizam os instrumentos ou suas descrições, acompanhados dos procedimentos de uso, contextualizando–os no processo de construção. Desse modo, os instrumentos constituem-se em foco, sendo expostos, no entanto, nas investigações realizadas e nos contextos que os geraram.

Nessa perspectiva, como de certa forma já anunciado, o eixo temático está nos procedimentos e instrumentos de investigação da linguagem, conforme pesquisas realizadas, especialmente na leitura e na escrita em suas interações entre si e com a fala.

Nesse empreendimento, é propósito dos organizadores reunir contribuições de pesquisadores sobre instrumentos e procedimentos de investigação da linguagem, originárias de estudos por eles realizados, de modo a favorecer o acesso a esses conhecimentos por pesquisadores da temática.  

Alcançado esse propósito, os organizadores acalentam expectativas de contribuição para os estudos psicolinguísticos e para o ensino da leitura e da escrita nas conexões entre si e com a fala, por meio do aprofundamento teórico e da construção de caminhos pedagógicos.

Assim delineado, o livro, aqui objeto de apresentação, está organizado em capítulos que se conectam de diferentes modos. Nesta apresentação, os organizadores expõem essas associações temáticas que podem ser vistas em sete blocos de sentido, como exposto a seguir.

O texto de Maria da Graça Pinto e o de Lêda Tomitch, constituindo o primeiro bloco, oferecem significativos fundamentos para o tema – o primeiro sobre exigências metodológicas da pesquisa em linguagem e o segundo sobre pontos importantes na construção de instrumento de pesquisa da memória de trabalho.

O texto de Marcio França, Rosangela Santos e Gabriela Castro Freitas, assim como o texto de Jordana Konrad e Aline Lorandi põem atenção na consciência envolvendo fonemas, compondo o segundo bloco. O primeiro trata do CONFIAS – consciência fonológica, instrumento de avaliação sequencial. O segundo examina aspectos da consciência fonético-fonológica do alemão como língua adicional.

O texto elaborado por Patrícia Freitas, compondo o terceiro bloco, expõe fundamentos para a aplicação do modelo cognitivo-neuropsicológico do processamento lexical no diagnóstico dos transtornos da linguagem.

Neide Cunha e Acácia dos Santos, em texto de autoria de ambas, tratam, no quarto bloco, de estudos sobre o questionário de avaliação metatextual.

Em um quinto bloco, sobre investigação da leitura, seis textos o integram. Adriana Blanco Riess escreve sobre o uso do eye tracking com crianças. Jonas Saraiva e Vera Pereira apresentam uma proposta de instrumento de processamento offline da leitura avaliando estratégias em objetos multimídia. Vera Pereira, Caroline Borges, Dhaiele Schmidt e Danielle Baretta escrevem sobre a construção de um instrumento de pesquisa de compreensão e consciência textual na leitura de textos de curiosidade científica. Gabrielle da Rosa e Patricia Neves tratam de instrumento de verificação da compreensão com textos anômalos. Clarice Söhngem apresenta o cloze como um instrumento metacognitivo de avaliação da compreensão leitora. Encerrando esse segmento, Diane Bencke e Lilian Hübner divulgam instrumento de avaliação de compreensão leitora e do uso de estratégias metacognitivas na leitura em universitários.

A investigação da escrita, sexto bloco, inclui dois textos. O primeiro, de Alina Spinillo e Jane Corrêa, traz considerações sobre instrumentos utilizados, em pesquisas da área, para avaliação de produções narrativas de crianças. O segundo, de Roseli Vasconcellos e Alessandra Del Ré, traz o Bliss como ferramenta no processo de aquisição da escrita de uma criança com paralisia cerebral.

No sétimo e último bloco, os seis textos trazem estudos que estabelecem relações entre os diferentes modos de manifestação da linguagem. Marília Lopes examina a avaliação de resumo. Lucilene Sousa e Lilian Hübner tratam da avaliação da compreensão discursiva oral e escrita voltada para estudantes concluintes do Ensino Fundamental. Ronei Guaresi, Lucimauro da Silva e Cristiane Alves abordam técnicas de avaliação do desenvolvimento inicial da leitura e da escrita, considerando os processos fonografêmicos e grafofonêmicos. Sabrine Martins e Lilian Hübner apresentam instrumento para avaliação da compreensão de narrativas escritas e orais em indivíduos com lesão cerebral pós-AVC. Por último, as autoras Fabiane Basso, Jaqueline Rodrigues, Helena Corso, Camila Miná, Luciane Piccolo e Jerusa de Salles apresentam trabalho referente à avaliação neuropsicológica da leitura e da escrita (ANELE).

Nesta apresentação, os organizadores trazem algumas informações que talvez colaborem para possíveis primeiros momentos de interação do leitor com o livro, preparando, de certo modo, a realização do percurso de leitura que se abre gradativamente aos pensamentos de quem se dispõe a andar estratégica e produtivamente por suas páginas. 

 

OS ORGANIZADORES

GRÁTIS PARA BAIXAR
Saiba um pouco mais:

O eixo temático desta obra está em procedimentos e instrumentos de investigação da linguagem, conforme pesquisas realizadas, especialmente na leitura e na escrita em suas interações entre si e com a fala.Nesse empreendimento, nesta publicação reúnem-se contribuições de pesquisadores sobre instrumentos e procedimentos de investigação da linguagem, originárias de estudos por eles realizados, de modo a favorecer o acesso a esses conhecimentos por pesquisadores da temática.  Alcançado esse propósito, os organizadores acalentam expectativas de contribuição para os estudos psicolinguísticos e para o ensino da leitura e da escrita nas conexões entre si e com a fala, por meio do aprofundamento teórico e da construção de caminhos pedagógicos.

Vera Wannmacher Pereira
Ronei Guaresi